terça-feira, 4 de novembro de 2008

Letramento

Convidadas por um menino,
as letras saíram para brincar.
O menino, muito ativo,
estava com palavras a formar.
Juntou, pois, todas as letras,
e fez uma exclamação:
– Cada uma de vocês
terá uma missão.
Tudo o que eu falar
vocês devem obedecer,
depois perceberão
um milagre acontecer.

As letras todas, espantadas,
estavam a hesitar:
– Que será que esse menino
com a gente vai aprontar?
Até que uma delas,
o “A”, sempre presente,
traqüilizou as demais:
– O menino é inteligente,
ele sabe o que faz.

– Formem grupos – disse o menino.
E aí começou a confusão.
A, E, I, O, U não sabiam a sua função.
– Vocês têm muitos amigos,
com todos vão se juntar.
Parem já com essa briga
e comecem a criar.

As letras de mãos dadas
passaram a desconfiar:
– Será que é importante
ocupar este lugar?
O menino, sorridente,
sem demora respondeu:
– Vocês são um presente
que fiz p’rum amigo meu.

As letras não entenderam:
– Como assim, você vai dar a gente?
E se ele nos maltratar?
– Esse meu amigo é mágico,
Tudo faz multiplicar.
Então vocês numerosas,
quando já forem famosas,
verão o milagre de que falei.
Crianças do mundo inteiro
saberão de sua história,
a história que contei.

***

A presença da Maísa por aqui me fez lembrar de um texto já velho, escrito quando tive um contato mais próximo do universo infantil. Uma experiência curta, mas da qual gostei muito. Gostei tanto que guardei o manuscrito, o que é muito raro eu fazer. Como o próprio nome deste blogue sugere, aqui vão meus exercícios de redação. Tudo ainda muito incipiente. Mas vou fazendo. É exercício, despretensioso.



5 comentários:

Públio disse...

Grande tirada! Muito bom, um dia eu ainda aprendo a escrever pra criança. É um sonho pra quando eu for gente grande!
Abraço.

sandra sieben disse...

Olá! Estou passando para retribuir e agradecer pela visita!! Obrigado por prestigiar o meu blog! Há... adorei o poema e teu blog também! Vou aparecer mais vezes por aqui!
abraços, Sandra

laís D'Andréa disse...

William,
Obrigada pela informação sobre o texto do TM, cada dia gosto mais deles. Além de retribuir a visita, vim dizer que achei o poema genial. Escrever para crianças, na minha opinião, é das coisas mais difíceis. Parabéns pelo conteúdo do blog.

Rita disse...

Oi, William,

Achei muito lindo o poema, lembrei logo de meu sobrinho que, com três anos, já começou a escrever e a reconhecer as letras dos nomes de todos.
Criança é uma alegria, escrever para elas deve ser uma felicidade.

Gostei demais!

Beijo!

cadeorevisor disse...

Que linda poesia! O letramento é uma fase muito bonita, talvez a mais bonita de toda a vivência escolar.

Abraço,

Pablo
http://cadeorevisor.wordpress.com