sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Liberdade da vontade, vontade de sentido, sentido da vida


É um equívoco afirmar que Viktor Frankl desenvolveu a logoterapia a partir de sua experiência no campo de concentração. Quando foi enviado para Auschwitz, ele já possuía o manuscrito de seu livro “The doctor and the soul”, no qual desenvolvia todos os fundamentos de sua teoria. Antes mesmo de ser enviado ao campo, ele já tinha a convicção de que a vida tem sentido, um sentido incondicional. E tal convicção sobreviveu ao campo: isso não é pouca coisa! Seu legado é bastante extenso, mas os três pilares sobre os quais se assenta toda a logoterapia são: liberdade da vontade, vontade de sentido e sentido da vida.

***

Para Frankl, o homem é essencialmente livre. É importante, no entanto, compreender de maneira adequada o que se pretende dizer com isso. Liberdade não é onipotência. Obviamente, ele não nega o que o homem esteja sujeito a condicionamentos do meio social, de seu psiquismo ou de sua biologia. Mas, para além de todos esses condicionamentos, resta ao homem a liberdade última de se posicionar diante deles.

***

Embora reconhecesse o valor das escolas de psicoterapia que o precederam, a saber, a psicanálise de Freud e a Psicologia Individual de Alfred Adler, Viktor Frankl diverge delas num ponto fundamental: enquanto Freud afirma que o homem vive em busca do prazer, e Adler diz que o homem está em busca do poder, Frankl vai dizer que o homem está, na verdade, em busca de sentido. Para Frankl, há no homem um desejo básico e fundamental, algo que é especificamente humano: a vontade de sentido.

(Ressalva: essa apresentação esquemática é uma vulgarização extrema, sei que a coisa não é bem assim)

***

Como ele diz em um de seus livros, a existência da sede é prova de que existe a água. O mesmo vale para o sentido da vida: se os homens têm essa vontade inerente, deve haver o sentido.

***

Mas, afinal de contas, quem é Viktor Frankl, o que é Logoterapia, qual é o sentido da vida? Se você quer saber a resposta dessas e outras perguntas, não perca o Curso de Introdução à Logoterapia oferecido pela SOBRAL (Sociedade Brasileira de Logoterapia), a ser realizado no próximo dia 07/02, no Instituto Pio XI. Para mais informações, clique aqui.

***

Caso não possa comparecer, leia Em busca de Sentido, Sede de Sentido e Psicoterapia e sentido da vida. Claro, se puder fazer o curso e as leituras, tanto melhor.

4 comentários:

Daniel Medeiros disse...

Na verdade, eu te "linkei" a algum tempo atrás. Lembro de ter lido um texto seu chamado "Rumo ao nada", logo que entrei em contato com o seu Blog. Foi a partir desse texto que passei a considerá-lo como uma espécie de bíblia. Você consegue escrever de forma humana, leve, maleável quebrando o senso-comum e trazendo reflexões instigantes.

É, mudei o laiaute, mas não mudei o jeito de expor o que penso. Escrevo e apago depois. Sempre que releio acho as idéias bobas ou mau postas.

Daniel Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
joao junior disse...

Ainda assim pôs seu ponto de vista.

joao junior disse...

Ainda assim pôs seu ponto de vista.