terça-feira, 10 de junho de 2008

Homens que voam

Sic puerum audacem perire vidimus.
Quando a história do padre baloeiro veio à tona, a primeira coisa que me passou pela cabeça foi: “padre idiota”. Pra quê, Deus do céu, encher-se de bexigas e sair por aí, voando entre nuvens? As operadoras de turismo oferecem condições especiais de pagamento para a terceira idade...então, por que se arriscar numa empreitada cujo retorno é incerto? Confesso que sou um preguiçoso quando o assunto é viagem. Superei a idéia de desbravar o mundo de mochila nas costas ainda na adolescência, quando imaginei - não sei por que razão - que poderia acordar num lugar exótico sem ter a possibilidade de escovar os dentes.

Mas o que mais reprovo em viagens desbravadoras é a necessidade de propaganda: não basta viajar, é necessário divulgar a aventura (e nesse ínterim quem sofre são os familiares e amigos próximos, que são obrigados a emprestar audiência para fotos, causos, ímãs de geladeira). A viagem nunca é um fim em si mesmo: ela só é completa quando eu posso contar a alguém as belezas que conheci, as aventuras que vivi, a comida que comi.

Nesse sentido, invejo o tal padre. A grande viagem, ou a verdadeira, é a que não lhe dá garantia de retorno. É aquela que não estabelece roteiros predeterminados, escalas, horários ou mapas. O clérigo fez a viagem — embora involuntária — que todo homem deveria fazer um dia: aquela que despreza o GPS. E não me venham com essa conversa de que o padre morreu. Não! Homens que voam não morrem. Desconfio que o malandro esteja ancorado em algum lugar inabitável, conversando com o Divino, ou planejando a próxima missão.

***

“Alguém poderia me explicar como usa esse ‘tal’ de GPS”, disse o velho em seu último contato. Mais um pouco e teria dito: “afasta de mim esse cálice”. Tarde demais.
Padre idiota, Deus do céu!

5 comentários:

Guilherme Q. disse...

Eis aí uma relevante diferença entre o fato em si e a sua versão divulgada, entre o padre e sua história:

A história veio à tona.

Vânia disse...

gostava mais da outra imagem....

=P

será que ele encontra o divino sem o gps?

William disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
William disse...

A imagem é a queda de Ícaro. Conhece a história? Veja aqui: http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%8Dcaro

Junior disse...

Vixe!! Quanta raiva do pobre Padre, quantas pessoas fazem esses tipo viagem, as pessoas gostam de fatos assim, a vida rotineira ta meio sem graca, com isso e preciso algum tonto pra alegrar a sociedade, mas nem todos conseguem atingir o seu verdadeiro ideal, muito menos aqueles que nao tem a minima do que vai fazer...