terça-feira, 24 de junho de 2008

1º Balanço: aproveitando os méritos alheios

Pois é...
Este blogue não tem nem dois meses de existência ainda, mas já se tornou motivo de alegria. Lembro-me de meus primeiros posts aqui, nos quais brincava com a idéia de escrever mesmo sem ter leitores. E, claro, aquela sensação de que as coisas não se manteriam por muito tempo. A disposição poderia se esvair; poderia faltar assunto; poderia render-me ao desânimo; enfim, as possiblidades eram muitas. A menos provável era que a coisa vingasse.
Em resposta a toda essa hesitação, chamei um amigo para me ajudar a compor este blogue. Quem leu pode testemunhar o que eu já sabia desde sempre: ele escreve com mais fluência e mais freqüência que eu! Se é que posso pegar rabeira nos méritos que são dele, posso dizer, sei lá, que ilustros os posts. Não é lá um mérito muito grande, afinal os textos valem o que valem por si mesmos. Outra marca dele aqui é o humor. Ele sabe escrever com leveza. A mim dizem que tenho o dom de complicar coisas simples, que geralmente assumo um tom meio afetado, etc., etc.
Seja como for, este blogue despretensioso já recebeu mais de 100 visitas, a contar apenas desde a instalação do contator de visitas (coisa que nem sabíamos como fazer).
O que era uma incerteza virou fato. O blogue existe. Quem quer que lide com textos, leia, cedo ou tarde acaba também sentindo o desejo de escrever. E este espaço tem servido para isso. Continuo repetindo, aqui faço apenas exercícios de redação. Em breve haverá experimentações mais ousadas. Por enquanto, tenho me limitado a comentar uma coisinha ou outra, fazer clipping de eventos que julgo importantes, nada muito profundo (refiro-me aos meus posts, não aos eventos).
Não sei quantos desses que passaram por aqui se tornaram freqüentadores habituais, quantos chegaram aqui ao acaso, quantos passaram por aqui a partir de um link de outro blogue, enfim, não sei se posso dizer que tenho alguém a quem posso chamar de leitor dos meus Esboços e rascunhos.
Agradecimento nunca é demais, né? Então, se passou por aqui, sinta-se incluído nessa manifestação de gratidão. Minha incentivadora merece menção também honrosa. E, claro, vai também a minha gratidão ao Elton. O título desse post, na verdade, era outro, mas achei que seria vulgar demais colocá-lo aqui. Para bom entendedor, basta uma imagem.

2 comentários:

Philippe disse...

Nem tinha notado como este blogue é novo. Sempre com coisas interessante a dizer, e muito bem escritas. Logo estarão batendo os 1000 acessos, e o mérito será todo de vocês. Parabéns!

Marie Tourvel disse...

Querido, querido. Não tem nada a agradecer. Você e o Elton fazem desse blogue uma maravilha, viu? Eu incentivei e incentivarei sempre, já que você é pessoa da melhor qualidade e muuuuuuuuito inteligente, viu? Tenho orgulho de ser sua amiga. Você tem muito a me ensinar. Um grande beijo, parabéns e te espero lá no Letras.